HOME  ::     ::  
   domingo, 25 de agosto de 2019
  Noticias 



MINAS TREND SE RENDE A LETÍCIA MANZAN


07/04/2017 às 08h08min - Atualizada em 07/04/2017 às 08h08min Minas Trend se rende a Letícia Manzan Desfile da estilista levou os espectadores a uma viagem pelas cores e formas da Tailândia ADREANA OLIVEIRA | EDITORA ZÉ TAKAHASHI/FOTOSITE/DIVULGAÇÃO No mês passado a estilista uberlandense Letícia Manzan conversou com o jornal Diário do Comércio sobre a expectativa e a alegria de estrear na passarela da Minas Trend Preview, ano 10, edição 20. Letícia Manzan causou impacto positivo em seu primeiro desfile assim como toda a estrutura da Minas Trend desde a entrada no Expominas até a passarela. A feira termina hoje e vai deixar saudade até outubro. Na noite de quarta-feira (5) a viagem à Tailândia que inspirou a coleção Primavera-Verão 2018 da Manzan deixava de ser uma viagem da estilista para tornar-se uma jornada conjunta com os espectadores. As cores, formas e estilos do país asiático ganharam o brilho dos bordados artesanais nas transparências, no jeans e nas mochilas que devem se tornar um “must have” da estação. Vestidos longos e curtos bordados ou transparentes ganharam a companhia de jaquetas e quimonos. Viu-se muita leveza somada ao estilo despojado, porém glamouroso característicos da jovem estilista que só entrou com a própria marca há cerca de um ano e meio. “O desfile mostra o verão que eu imaginei, leve, com as transparências, muita seda pura e linho. Todas as nossas modelagens que remetiam à Tailândia com jeans, os quimonos todos rebordados e a cartela de cores pasteis no final ficavam com bordados mais coloridos. Tem ainda as sobreposições e essa ideia da viajante que com uma mochila nas costas saia cedo de casa numa viagem pra Tailândia, começava o dia com uma camiseta e ia tirando esses vestidos desta mochila e ia se vestindo até para a balada a noite”, explica a estilista. “A Letícia Manzan tem identidade, ela é uma criadora nata e por isso não copia ninguém. O desfile foi maravilhoso, já a acompanho há algum tempo e sempre defendi que ela tivesse sua marca” comenta a consultora de moda Suely Cena, de Belo Horizonte. Ela levou uma amiga de Bauru (SP) para o desfile. Resultado? Em breve Bauru terá uma representante Manzan na cidade paulista. Para a estilista, a repercussão do desfile superou todas as expectativas. Ontem ela estava no estande da marca ouvindo elogios da imprensa e de logistas sobre o desfile. “A Glória Kalil acabou de me parabenizar e fico muito feliz por ter essa oportunidade e este convite da Minas Trend. Foi uma honra porque eu amo desfile, amo passarela e acho que a gente tem que fazer roupa para ter emoção. Roupa não é só para vestir o corpo. A moda é arte”, afirma. CONCURSO Estilista mineiro de 26 anos vence O 10º Ready to GoCélio Dias é o nome à frente da marca Led, de Belo HorizonteNesta edição da Minas Trend também foi realizou o 10º concurso Ready to Go, que visa promover novos talentos da moda. O vencedor deste ano foi a Led, idealizada pelo designer Célio Dias em 2015. O anúncio foi feito após o lançamento do livro “O Biquíni Made in Brazil”, da jornalista e apresentadora Lilian Pacce. Ela entregou o título ao vencedor ao lado dos presidentes da Fiemg, Olavo Machado Junior, e do Sindivest-MG e da Fiemg Regional Vale do Aço, Luciano Araújo. O segundo lugar ficou com a marca Miêtta e o terceiro foi dividido entre Null&Field e EDD27. A Led garante estande na edição de outubro da Minas Trend.Célio Dias afirma que “nasceu” dentro de uma loja. Está no mercado desde os 17 anos quando entrou na faculdade e começou estágio. Com criação trabalha há 4 anos, tendo prestado serviço na área comercial de outras marcas. Hoje aos 26 anos, ele conta que sua marca valorizam um estilo cosmopolita, irreverente, elegante e universal comprometido com a liberdade de escolha e por isso as peças não têm gênero definido entrando dentro do movimento agênero. O designer ficou muito feliz ao vencer o Ready to Go. “É a primeira vez que participo da Minas Trend e foi maravilhoso ganhar. Mas vem mais responsabilidade com isso, eu me cobro bastante”, afirma o designer que já fechou parcerias importantes com lojas que representarão a sua marca. Saiba mais: www.led.moda.TecnologiaSenai MG, Fiemg Lab e Senai Cetiqt proporcionaram aos visitantes da 20ª edição da Minas Trend e 10 anos do evento a exposição “Minas+10” que apresenta a tecnologia a favor da moda e da sustentabilidade. A impressão em 3D utilizando a tecnologia de FDM (modelagem por fusão e deposição) da 3D Lopes poderia ser vista ao vivo e em cores. Em manequins eram exibidos modelos com detalhes feito com um polímero flexível e fácil de manusear. “Os estilistas têm procurado informações e já pensam em fazer sapatos e acessórios neste material. A impressão 3D pode ser usada para detalhes como gola, pulso e bolsos da roupa e até ela toda”, explica Thiago Freitas, técnico industrial. Segundo ele, o valor de produção é considerado acessível. Com uma bobina que é vendida a cerca de R$ 90 o quilo é possível confeccionar um vestido, como mostrado em um dos manequins no stand. DEPOIMENTOS Luciano José de Araújo Presidente Sindicato das Indústrias do Vestuário no Estado de Minas Gerais (Sindivest MG)“Temos muito trabalho nos bastidores durante o ano e nos mantemos fieis ao perfil da feira. É uma feira de pedidos. No Salão de Negócios entram compradores de todo o país e de várias partes do mundo. Colocamos lá quem tem o que mostrar perto de quem precisa comprar o que há de melhor na moda mineira e aí a gente vê o sucesso. Tem marcas que já venderam mais de 60% do que vendem anualmente em três dias aqui. Queremos que o comprador tenha oportunidade de ver todos os estandes desses designers criativos. Uberlândia tem contribuído muito com talentos como a Patrícia Bonaldi, a Fabiana Milazzo e a Letícia Manzan. Queremos gente de todas as regiões do Estado porque só assim continuaremos como a grande vitrine da moda de Minas Gerais. GLORIA KALIL Jornalista, empresária e consultora de moda“A Minas Trend Preview, que já acompanho há algumas edições, é um evento muito importante para a moda brasileira. É um lugar de confiabilidade onde a gente vê a continuidade da moda, onde a gente sabe que aqui a indústria, o comércio e o cliente estão apoiados. É uma organização que junta o mercado todo em volta do propósito da moda que embora não seja a maior indústria do país tem da Fiemg um apoio enorme que nos outros estados não existe. Nenhum outro estado tem uma federação da indústria apoiando o setor de moda como a Fiemg faz aqui. Isso dá sustentabilidade muito grande para a moda e considero isso algo muito importante para o sucesso do setor”. http://olhanodiario.com.br/noticia/11398/minas-trend-se-rende-a-leticia-manzan

Voltar